Bispos Latino americanos lançam campanha pró-vida

0

O departamento de Família, Vida e Juventude do Conselho Episcopal Latino americano (CELAM), iniciou uma campanha em todo o continente para promover o Projeto Esperança, que busca acolher e acompanhar a mulheres e homens que experimentaram a perda de um filho antes de nascer, especialmente por um aborto provocado, e que sofrem as consequências de tal fato.

A campanha do CELAM inclui um pôster com a informação do Projeto Esperança e uma imagem da famosa escultura pós aborto do eslovaco Martin Huudacek.

CjIi68_W0AAnh70


O Monsenhor Rúben González Medina, presidente do Departamento de Família, Vida e Juventude do CELAM, junto ao Secretário Executivo, Padre Antonio José Velásquez, anunciaram a campanha recentemente aos bispos e responsáveis da área de Família e Vida nos distintos países da América Latina e o Caribe.

“Uma boa maneira de celebrar o chamado “Ano Jubilar da Misericórdia” convocado pelo Papa Francisco, é ajudando as pessoas que sofrem as terríveis consequências do aborto a encontrar paz. “Muitas vezes, elas reconhecem a gravidade da falta cometida e imploraram perdão a Deus, mas não se sentem dignas de seu perdão, sem se abrir à misericórdia e seguem presas a dor por não aceitar essa Graça”, explicaram.

O Mons. González e o P. Velázquez recomendam o acompanhamento pastoral pós aborto para ajudar “as outras vítimas do aborto” pois isso “é de grande ajuda e libertador”. A Diretora do Projeto Esperança, Elizabeth Bunster, explicou que a campanha chegará não somente as pessoas que já sofreram a experiência do aborto, mas que também sensibilizará ao público em geral sobre a necessidade de proteger tanto a mãe como o filho por nascer do flagelo do aborto.

O Projeto Esperança, que nasceu no Chile em 1999 com o apoio do movimento Schonstatt, se encarregou de capacitar agentes pastorais em várias dioceses e conferências episcopais da América Latina e do Caribe, com o fim de acolher e acompanhar com misericórdia as outras vítimas do aborto.

Este projeto também está inspirado no trabalho que o Projeto Raquel realiza nos Estados Unidos, fundado por Vicki Thorn, no ano de 1985 em Milwaukee.

 
____________________________
Fonte: aciprensa
Tradução: Késia Lima l ANAJURE

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui