Cristão é decapitado no Egito; líderes de igreja clamam por maior segurança para proteger as minorias religiosas

0

266x220-20130715163923-cristaos-egipcios

                                         (Foto: Morning Star News) – Cristão Copta ferido em ataque aos enlutados.

A Diocese do Norte do Sinai condenou o assassino do cidadão Cristão Magdi Lamie, cujo corpo foi encontrado decapitado e torturado, próximo às tumbas de Sheik Zowaid.

A Igreja clama às autoridade para que intensifiquem as medidas de segurança para proteger Coptas Cristãos alvos de militantes.

O padre Mikhael Anton, sacerdote da St. George Church em Arish, que vive em Sheik Zowaid, foi sequestrado no último sábado quando voltava para casa, segundo Lamie.

Os sequestradores pediram meio milhão de libras egípcias de resgate para sua pobre família, mas eles não fizeram contato com a família novamente. O corpo de Lamie foi encontrado decapitado próximo às tumbas de Sheik Zowaid.

O sacerdote Copta afirmou que o corpo está agora no necrotério de Arish para que sejam conduzidas as investigações e se prove a tortura. Ele disse que estão esperando pelo final dos procedimentos antes de realizarem o culto fúnebre na Virgin Mary Church em Dahya, Arish.

Fr. Anton condenou o estado de ilegalidade e falha em proteger os Coptas, especialmente pelo fato de que a morte do cidadão Copta veio dias após a morte de Fr. Mina Abboud, sacerdote da Virgin Mary Church em Arish.

É notável que a maioria das famílias Copta em Rafah migraram da cidade devido às ameaças que receberam de grupos terroristas.

Homens armados mataram Fr. Mina Abboud no sábado, na área de Idari, norte do Sinai. Eles dispararam vários tiros no carro que ele estava dirigindo e o atingiram. Ele morreu rapidamente após ser transferido para um hospital em Arish.

_______________
FONTE: THE CHRISTIAN POST
TRADUÇÃO: JORGE ALBERTO

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui