Cristão são atacados no Nepal enquanto tentavam ajudar outras pessoas

0

earthquake

Imagem das sequelas do terremoto de abril de 2015.

 

Oito cristãos ainda estão aguardando o resultado dos seus julgamentos depois que se tornaram as primeiras pessoas a serem indiciadas de acordo com as novas regras do Nepal sobre liberdade religiosa. Seus crimes? Distribuíram panfletos sobre Jesus durante um seminário de trauma em uma escola cristã após o devastador terremoto do ano passado.

Mas não são somente esses cristãos que estão sofrendo perseguições por quererem ajudas outras pessoas. O World Watch Monitor visitou a aldeia de Champi, perto de Kathmandu, para atender um grupo de cristãos atacados nos dias subsequentes, por eles tentaram distribuir chapas de meta (que servem como telhas) para os aldeões.

Enquanto seis deles descarregavam as folhas de aço de um caminhão, foram atacados por quatro dos seus vizinhos, que os agrediram com barras de aço. Outras famílias cristãs que vivem nas proximidades tentaram detê-los, mas também foram atacados.

“As pessoas que nos agrediram vivem perto de nossa casa”, disse Sunita Kumar, esposa de um pastor local, Suraj. “Eles nos atacam por pequenos motivos, mas ficamos em silêncio porque estamos preocupados com a segurança das nossas crianças.”

Suraj acrescentou: “Outros não cristãos na aldeia também não gostavam de nós, um dos nossos vizinhos, Sanjiv Nepali e sua família, sempre costumavam nos ameaçar dizendo que iriam nos bater se não parássemos de pregar. Acusaram-nos muitas vezes de receber enormes doações de estrangeiros para converter as pessoas hindus em cristãos. Via de regra, eles atacaram.”

Sunita e outras três pessoas foram feridas durante o ataque, que durou cerca de 30 minutos.

“Quando eu caí no chão, eles me chutaram várias vezes e diziam que ia voltar”, disse ela. “Minhas costas foram feridas gravemente. Depois, finalmente fui levada para o hospital. Desde o incidente fiquei com muitas dificuldades para me alimentar; Estou sempre com medo de que façam algo com meus filhos e marido. Nós poderíamos ser atacados novamente a qualquer momento. Eles abertamente nos ameaçam, em qualquer local, e ainda têm a polícia ao lado deles. Estou com muito medo.”

A polícia chegou apenas 45 minutos depois e Sanjiv Nepali foi preso; Ele permaneceu na prisão por alguns dias e depois foi libertado sob fiança.

“Ele tem conexões com os líderes políticos locais, logo, facilmente conseguiu dinheiro para pagar sua fiança,” disse Suraj. “Ele é destemido e ele mesmo ameaçou os oficiais de polícia. Também nos ameaçou muitas vezes. Seu forte ódio contra os cristãos vem do fato dele ser um membro do partido extremista Hindu local.”

O governo prometeu compensação para a família de Kumar cobrir suas despesas médicas, mas só receberam até agora apenas um quarto do montante já gastou.

A maioria dos cristãos na área têm trabalhos braçais, que são mal pagos. Nos últimos anos, um aumento de conversões ao cristianismo tem sido acompanhado por um aumento de oposição aos cristãos.

_____________________________

Fonte: World Watch Monitor
Tradução Rafael Durand l ANAJURE

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui