FPMRAH e ANAJURE emitem Nota Pública sobre atentados terroristas na Bélgica

0

[Leia a Nota em PDF].

Nota pública. Bélgica

 

                     
A Frente Parlamentar Mista para Refugiados e Ajuda Humanitária (FPMRAH) e a ANAJURE – Associação Nacional de Juristas Evangélicos, por seus respectivos representantes, vem, através do presente expediente, expor ao Governo Brasileiro, à Comunidade Internacional e, sobretudo, ao governo da Bélgica, as suas condolências e o seu repúdio com relação ao que adiante se explicita:

1)  Hoje (22/03), atentados de autoria do grupo terrorista Estado Islâmico deixaram cerca de 30 mortos e mais de 100 feridos em Bruxelas, capital da Bélgica. O primeiro ataque ocorreu no aeroporto de Zaventem às 7:00 no horário local, quando um homem bomba se explodiu. Em seguida, uma hora depois, uma explosão aconteceu na estação de Maelbeek.

2) Salientamos o clima de medo instaurado na Bélgica desde os atentados de Paris no ano passado. O país possui o maior contingente de muçulmanos da Europa e tem se empenhado na luta contra a radicalização islâmica e a xenofobia. Logo, tem sido um dos principais alvos do Estado Islâmico no Ocidente.

3) Desse modo, expressamos o nosso repúdio a mais esse crime bárbaro cometido pelo Estado Islâmico, o qual tem sido responsável pelo genocídio de várias minorias étnicas e religiosas no Iraque e Síria, como cristãos, mandeus, yazidis, muçulmanos xiitas e curdos. O grupo jihadista, tem buscado se configurar no sistema internacional como um estado soberano de fato e de direito, e para isso tem recorrido a práticas brutais que violam completamente todas as normas e regimentos da sociedade internacional.

4) Nós lamentamos profundamente estes últimos atentados terroristas e oferecemos as nossas condolências e sentimentos ao Governo Belga, aos familiares e aos amigos das vítimas. Aproveitamos a ocasião para ressaltar a complexidade política da sociedade europeia nós últimos dias, devido ao aumento da radicalização de suas comunidades islâmicas, favorecendo a atuação de grupos terroristas, bem como do surgimento de grupos xenofóbicos e racistas, sobretudo diante da atual crise de refugiados. Chamamos assim, a atenção do Brasil e da comunidade internacional como um todo para continuarem a negociar soluções para os conflitos do Oriente Médio, os quais influem diretamente no que tem acontecido na Europa. 

5) Aproveitamos esta nota para parabenizar o Governo Brasileiro, que por meio do Ministério das Relações Exteriores, manifestou-se condenando o atentado. O Brasil é um país diverso e multicultural no qual todos os credos e matizes religiosas têm o seu direito à liberdade religiosa assegurados por lei, por isso é imprescindível que busque promover essa tolerância também em âmbito internacional, sobretudo diante dos fatos recentes.

Brasília- DF– Brasil, 22 de Março de 2016.

Assinaturas

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui