Guerra civil na Síria deixa um milhão de crianças refugiadas em países vizinhos

0

siriaCrianças sírias brincam em campo de refugiados na cidade de Mafraq, na Jordânia, nesta terça-feira (25) (Foto: AFP)

 

DAMASCO.  O número de crianças refugiadas em países vizinhos da guerra civil na Síria alcançou um milhão, afirmam organizações humanitárias da ONU.

Um milhão de crianças refugiadas estabelece um vergonhoso marco no conflito Sírio, disseram em uma declaração conjunta o Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados (ACNUR) e o Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF).

O alto comissário da ACNUR, Antonio Guterres, lamentou que o que está em jogo é a sobrevivência e o bem-estar de uma geração de inocente.

A juventude da Síria perdeu suas casas, suas famílias e seu futuro. Inclusive depois que cruzaram as fronteiras em busca de segurança, estão traumatizados, deprimidos e necessitam de uma razão para ter esperança, declarou.

As crianças representam quase a metade dos milhões de sírios refugiados, e se encontram, principalmente, no Líbano, Jordânia, Turquia, Irã e Egito.

Os últimos dados da ACNUR indicam que 740.000 refugiados tem menos de 11 anos.

O dano físico, o estresse, o medo e o trauma são só uma parte dos sofrimentos experimentados pelas crianças no conflito.

Os especialistas acrescentam os riscos das crianças se exporem ao trabalho infantil, casamentos precoces, exploração sexual e tráfico, que são maiores para mais de 3.500 crianças que atravessaram as fronteiras não acompanhadas ou separadas de suas famílias.

Por outro lado, dentro da Síria dois milhões de sírios se encontram internamente deslocados, segundo as agências humanitárias.

Além disso, estima-se que 7.000 crianças perderam a vida no conflito, segundo dados do Alto Comissariado da ONU para os Direitos Humanos.

___________

Fonte: Emol.com
Tradução: Samara Ruana

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui