VIETNÃ – Católicos enfrentam prisão, apesar de protestos da comunidade alegando inocência deles

0

vietnãDois Vietnamitas Católicos, cujas prisões deflagraram protestos em massa na paróquia My Yen, província Nghe An, no mês passado, foram sentenciados a seis e sete meses de reclusão respectivamente, em 23 de outubro.

A Christian Solidarity Worldwide (CSW) foi informada que suas famílias foram impedidas de estar presentes no julgamento a portas fechadas, o qual durou cerca de três horas.

Nguyen Van Hai e Ngo Van Khoi foram presos em 27 de junho e, em seguida, acusados de “perturbação à ordem pública”, após um incidente em 22 de maio, quando homens, aparentemente policiais à paisana, pararam e procuraram por Católicos visitando santuário ou presentes em missa na igreja da comunidade Nghi Phuong. Pelo fato dos oficiais da polícia não apresentaram nenhuma identificação houve confusão entre as pessoas para identificá-los, e muitos acharam que eles eram ladrões.

Não está claro o motivo das prisões de Nguyen Van Kai e Ngo Van Khoi. Algumas fontes dizem que eles estavam discutindo com os oficiais à paisana; outras dizem que eles estavam simplesmente sendo usados como bodes expiatórios.

Membros da comunidade Católica e o Bispo Paul Nguyen Thai Hop, o Bispo de Vinh, pediram pela libertação deles. Em resposta, o chefe do distrito local emitiu uma declaração prometendo que os dois homens seriam liberados em 4 de setembro. Quando esta promessa não foi cumprida, vários manifestantes cercaram a Delegacia do Distrito e os militares chegaram para dispersar a multidão armados com rifles, cassetetes, gás lacrimogêneo e cães de guarda. De acordo com fontes da CSW dentro do país, policiais e soldados bateram em manifestantes com bastões elétricos e destruíram ícones religiosos na área. Entre 21 e 40 pessoas ficaram feridas.

Após os ataques, o Bispo Paul Nguyen Thai Hop apelou por “apoio e solidariedade internacional”.

O Diretor Executivo da CSW, Mervyn Thomas, disse: “Estas sentenças vieram como um grande desapontamento para a comunidade Católica em Nghe An, que havia pedido pela libertação de Hai e Khoi há mais de quatro meses. No processo, o direito a liberdade de religião e crença dos Católicos Vietnamitas foi severamente restringido e a comunidade tem sido submetida a constante intimidação e assédio. O fato de que os dois foram julgados a portas fechadas é uma preocupação em particular. A CSW convoca o governo Vietnamita a libertar estes dois homens, a parar os ataques ás minorias religiosas no Vietnã e eliminar as restrições à liberdade religiosa”.

_________________
FONTE: CSW
TRADUÇÃO: JORGE ALBERTO

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui