Movimento Pró-vida luta contra alto índice de abortos na Colômbia

0

A vida humana é valiosa e deve ser protegida desde a concepção. 

IMAGEM - DIVULGAÇÃO

O Movimento Pró-vida na Colômbia está convocando e despertando a população local neste mês de maio para a realização da ‘7ª Marcha Pelo Direito à Vida’. As ações em favor da Vida e contra o Aborto tiveram início no último sábado, dia  4, e vão até o dia 19, em 13 cidades do País.  A marcha é resultado da preocupação de movimentos sociais que não se conformam com os quase 50 milhões de abortos anuais, dos quais 20 mil ocorrem na Colômbia.

LOGO - UPA

Gritando nas ruas em favor da vida, frases como “Deixa bater (o coração)!”, “Não ao aborto!” e “Viva a vida!”, milhares de pessoas deixaram suas residências no sábado (4) para participar do evento que ocorria simultaneamente em seis cidades (Bogotá, Cali, Medellin, Manizales, Cúcuta e Pato). O objetivo da marcha é celebrar a vida, chamando a atenção da sociedade e das autoridades para que se proteja o direito de nascer dos bebês e de suas mães, e para que as mulheres grávidas tenham outras opções de cuidado e atenção, que não seja o aborto.

jovensDurante as marchas, os participantes usaram blusas brancas e vermelhas com corações vermelhos desenhados na palma das mãos, usando faixas, cartazes e fazendo apresentações de dança, tudo para lembrar à população que a vida humana é valiosa e deve ser protegida desde a concepção. 

A plataforma ‘Unidos pela vida’  foi fundada em 2006,  reunindo pessoas e organizações da sociedade civil que estão comprometidas com a defesa e promoção da vida humana e da família. Os blogs, sites e redes sociais são a maior arma para a divulgação dos protestos e demais atos da comissão ‘Unidos pela vida’, que além das marchas, também realiza outras atividades em favor da população. (Acesse o site deles aqui)

De acordo com uma das organizadoras do evento, Yudi Giraldo, apenas na cidade de Cali, na Colômbia uma média de 5.000 pessoas se uniram em apoio a manifestação. “Necessitamos continuar trabalhando para garantir uma nova legislação que não somente evite a propagação do aborto, mas que também promova a proteção das mães desamparadas em circunstâncias difíceis com os filhos por nascer”, explica Yudi.

publico 2

Um dos mais admiráveis atos do grupo foi realizado no mês de abril deste ano, ao entregar um referendo com mais de 300 mil assinaturas, ao Registro  Nacional de Estado Civil, apoiando a mudança do  artigo 11 da constituição que diz “O direito à vida é inviolável. Não haverá pena de morte” para a frase “O direito à vida é inviolável. Desde sua concepção até a morte natural”.

Uma marcha ainda está sendo preparada para impactar os moradores da cidade de Barranquilla, também na Colômbia, no dia 19 deste mês, e a expectativa é que milhares de pessoas sejam atraídas às ruas da cidade para que também possam posicionar-se em favor da vida.


VEJA UM DOS VÍDEOS FEITOS DURANTE O ÚLTIMO SÁBADO:

 [yframe url=’http://www.youtube.com/watch?v=w0ZKLp7Rg48′]

 

VEJA O VÍDEO OFICIAL DA CAMPANHA:

 [yframe url=’http://www.youtube.com/watch?v=mDxVAGte6gw’]

 

______________________

Fonte das imagens: Unidos Por la vida

Por: ANAJURE – International Press Office l Angélica Brito

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui