Embaixador da Jordânia no Brasil recebe comitiva da ANAJURE e apoia Missão Oficial da entidade e da FPMRAH aos Campos de Refugiados em Amã

0

[Read the news in english – Ambassador of Jordan in Brazil receives delegation of ANAJURE and supports official mission of the entity and FPMRAH to Refugee Camps in Amman next week]

IMG-20150521-WA0035


Uma comitiva de juristas representando os Presidentes da Frente Parlamentar Mista para Refugiados e Ajuda Humanitária (FPMRAH) e da Associação Nacional de Juristas Evangélicos (ANAJURE/Brasil) esteve com o Embaixador da Jordânia no Brasil, Sr. Malek Twal, na manhã da última quinta-feira (21), onde apresentaram os trabalhos da FPMRAH e da ANAJURE, em especial os projetos voltados para Ajuda Humanitária internacional.

A Dra. Maxilene Corrêa (ANAJURE/GO), acompanhada do Dr. Tercyo Dutra (ANAJURE/DF) e do Prof. Rocindes Corrêa (ANAJURE/GO), informaram ao Embaixador sobre a Missão Oficial da FPMRAH e ANAJURE que ocorrerá de 26 a 31 de maio em Amã, Jordânia, com apoio do Alto Comissariado das Nações Unidas para Refugiados (ACNUR),para visitar e analisar casos de refugiados, em especial crianças órfãs, nos quais a comitiva avaliará como o Brasil pode trabalhar com ações humanitárias no local, ou servir como destino para acolher refugiados nas situações consideradas como mais emergenciais. 

Um dos principais objetivos do trabalho da FPMRAH e da ANAJURE é inserir o Brasil no contexto internacional de deslocamento de pessoas vítimas de grave e generalizada violação de direitos humanos, ou perseguição por motivos de raça, religião, nacionalidade, grupo social ou opiniões políticas, além de fornecer ajuda humanitária para pessoas que estão com suas comunidades em situações de guerra ou calamidades naturais, através de assistência social e jurídica.

Malek Twal se mostrou receptivo ao projeto e, inclusive, deixou a embaixada à disposição da equipe, oferecendo entradas de cortesias na Jordânia, com o objetivo de que a comitiva tenha as portas abertas para viagens ao país em outras ocasiões. Ele informou também que atualmente existem 7 milhões de habitantes na Jordânia, dos quais cerca de 2 milhões são refugiados, sobretudo vindos da Síria e do Iraque, que estão espalhados pela cidade, em especial nas fronteiras e norte do país.

O embaixador da Jordânia no Brasil destacou ainda que a nação brasileira tem grande potencial e diversos recursos para o trabalho de ajuda humanitária, mas que tem feito pouco no cenário internacional. Por esta razão, o trabalho da FPMRAH e ANAJURE foi bastante elogiado, porque procura visitar para reconhecer e entender a dimensão do problema visando montar um projeto sólido, considerado como algo essencial para um bom trabalho de ajuda humanitária na Jordânia, na visão do Embaixador Malek Twal.

Malek Twal também convidou representantes da comitiva para estarem representados na Sessão Solene em Celebração ao 69º aniversário da Data Nacional do Reino Hachemita da Jordânia, que ocorrerá no próximo dia 26 de maio em Brasília.

Durante a viagem de Missão Oficial à Jordânia ocorrerá a produção de um documentário que será disponibilizado nas próximas semanas pela ANAJURE a fim de ampliar a discussão sobre o tema no Brasil.

“Nossa equipe do ANAJURE Refugees está muito motivada para participar desta missão oficial. Temos dimensão dos problemas a serem enfrentados e das suas situações calamitosas que necessitam de apoio internacional. Vamos assim conhecer os casos, principalmente, os que envolvem crianças órfãs e não mediremos esforços para, junto com a Frente Parlamentar para Refugiados e Ajuda Humanitária, o ACNUR-Brasil e o Governo Brasileiro, ajudá-las”, disse o Dr. Uziel Santana, presidente da ANAJURE e coordenador da Missão oficial a Jordânia.

O ANAJURE Refugees é um programa criado pela ANAJURE com o intuito de cooperar com o governo brasileiro em ações que visam à proteção aos Refugiados e a promoção da ajuda humanitária. “Com os relatórios advindos da missão aos campos de refugiados da Jordânia, teremos mais dados para inserir no Projeto que estamos desenvolvendo junto com o ACNUR e Itamaraty”, pontuou o Dr. Jonas Moreno, Diretor da ANAJURE para Refugiados e Ajuda Humanitária.

[yframe url=’http://www.youtube.com/watch?v=U7Y1L-k0A_0&feature=youtu.be’]

_______________________________________
Por: Wanda Galvão l Tradução: Felipe Augusto l ANAJURE

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui