IRÃ – Cristãos são "açoitados com extrema violência” na execução de suas sentenças de chibatadas

0

bandeira-Irã

Dois dos quatro membros da denominação Igreja do Irã condenados a 80 chibatadas por tomar vinho durante um culto de comunhão foram açoitados no fim do mês passado.

Behzad Taalipasand e Mehdi Dadkhah (Danial) receberam 80 chibatadas no dia 30 de outubro. De acordo com fontes da CSW, Behzad Taalipasand foi açoitado "com extrema violência." Enquanto relatos sugerem que a sentença de Mehdi Reza Omidi (Youhan) tenha sido executada no dia 2 de novembro, não se sabe ainda quando ou se Amir Hatemi (Youhanna) será punido.

O grupo foi acusado de consumo de álcool e de posse de um receptor e uma antena via satélite, e receberam dez dias para recorrer. No entanto, eles receberam o veredicto escrito em 20 de outubro, embora tenha sido datado de 6 de outubro, e ainda não está claro se seus recursos foram rejeitados, ou se a demora em receber o veredicto significava que seu tempo acabou.

Behzad Taalipasand e Mehdi Reza Omidi (Youhan) foram detidos em 31 de dezembro de 2012 durante uma operação por parte do governo Iraniano contra igrejas que operam dentro de residências.

Mervyn Thomas, Diretor Executivo da Christian Solidarity Worldwide (CSW), disse: "A CSW condena estas sentenças com a maior veemência. Esses homens estão sendo punidos por simplesmente participar de um sacramento praticado há séculos por Cristãos de todo o mundo. Esta temível e injusta violação sobre o direito de manifestar sua fé pela prática, culto e observância ocorreu a despeito das obrigações do Irã sob o Pacto Internacional dos Direitos Civis e Políticos (PIDCP), para defender a liberdade de religião ou crença para todas as suas comunidades religiosas. Além disso, o castigo imposto a estes homens por participação em um ato legítimo de valores de adoração corresponde a uma contravenção ao artigo 5º do PIDCP, que proíbe punições desumanas ou degradantes. Nós clamamos ao governo Iraniano para realizar as práticas e procedimentos legais da nação em conformidade com os seus compromissos internacionais e libertar estes homens sem demora ou maior punição".

________________
FONTE: CSW
TRADUÇÃO: ISABELA EMERICK

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui