EGITO – Atentado contra cristãos coptas deixa 28 mortos e 25 feridos na província de Minya

0

onibus-egito

                                                                                         [Foto: Minya Governorate Media office / AP]


Nesta sexta-feira (26), uma camionete e dois ônibus que transportavam cristãos coptas ao Mosteiro de São Samuel foi alvo de um ataque armado que, segundo o Ministério da Saúde, deixou 28 mortos e 25 feridos na província de Minya, Egito.

Os criminosos estavam a bordo de três veículos e testemunhas afirmaram à agência de notícias Reuters que depois de deter os cristãos, o grupo de homens mascarados abriu fogo contra os viajantes cristãos coptas. O Estado Islâmico reivindicou a autoria do ataque.

Há alguns meses atrás o presidente do Egito, Al-Sisi, já havia decretado estado de emergência após os ataques terroristas contra igrejas cristãs, durante a páscoa. Após o ataque desta sexta-feira, o mesmo convocou uma reunião de emergência com os serviços de segurança do país e, segundo a Reuters, afirmou que os agressores não irão conseguir dividir a nação.

Este acontecimento está a um curto período de distância do sagrado mês muçulmano, Ramadã, e também de uma série de ataques com bombas à igrejas cristãs no Egito, que aconteceu durante a Semana Santa e foram reivindicadas pelo Estado Islâmico.

Diante dos acontecimentos, a ANAJURE e a FPMRAH emitiram uma nota pública à Comunidade Internacional e, sobretudo, ao Governo e à população civil da República Árabe do Egito, contendo suas condolências e o seu repúdio em relação ao atentado contra cristãos no Egito. Leia a nota aqui.

______________________
Por: Redação l ANAJURE

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui