ESPANHA l Dia Internacional da Vida será marcado por manifestações pró-vida

0

si a la vida

Manifestações pró-vida são realizadas todos os anos desde 2011 no ‘Dia Internacional da Vida’. Este ano, a data para a nova manifestação já foi escolhida, será dia 23 de março. Mais de 500 associações e organizações civis firmaram apoio à Plataforma ‘Sim à Vida’, que se prepara para realizar uma grande manifestação pró- vida em Madrid, na Espanha. A concentração do evento será no Palácio de Cibeles, ao meio dia, e depois seguirá até outro ponto da cidade conhecido como Porta do Sol.

O tema do evento será ‘Sim a Vida’, mensagem única que busca defender a vida desde a concepção até a morte por motivos naturais.

Em 27 de fevereiro deste ano, a Plataforma ‘Sim à Vida’, impulsionada por 504 instituições da sociedade civil e coordenada pela Federação Espanhola de Associações Pró-vida, se reuniu em uma conferência para chamar a atenção da mídia para este evento. Na conferência estavam: a porta-voz da Federação Espanhola de Associações Provida – Amelia Diaz; a diretora-geral da Fundação Redmadre – Carmina García; a porta-voz da ONG ‘Direito à Vida’ – Lorena Diaz; a Porta-voz do geupo + VIDA – Elisa Garrido; a porta-voz da Plataforma ‘Sim a Vida’ – Inés Cuartero e o Coordenador da Plataforma ‘Sim à Vida’ – Manuel de Comminges.

O Dia Internacional da Vida é comemorado oficialmente no dia 25 de março em todo o mundo, e a Plataforma ‘Sim à Vida’ está fazendo chamadas para toda a Espanha, solicitando que concentrações semelhantes ocorram em outras localidades. O evento vai dar sequência ao manifesto que teve início em 2011 e tem uma grande aceitação, não só no território espanhol, mas também em países como França, EUA, México e Argentina, entre outros.

Neste sentido, a porta-voz da Plataforma ‘Sim a Vida’ – Inés Cuartero afirma que este evento é uma prova de que o compromisso continua firme para toda a vida humana em todas as circunstâncias. “Este ano, em particular, exigimos a necessidade urgente de políticas verdadeiras para ajudar as mulheres a exercer o seu direito à liberdade de maternidade. A Plataforma ‘Sim à vida’ vai continuar a trabalhar com afinco para a cultura da vida e seus frutos, de modo que o primeiro direito humano (o direito à vida) seja respeitado. Faremos ouvir nossa voz diante aqueles que não querem assumir o grande compromisso social na defesa da vida".

Inés explica ainda que promover uma imagem positiva da vida desde a concepção até o fim de tudo é o objetivo principal desta concentração anual. “A sociedade espanhola deve ser a pioneira nesta luta, especialmente agora que se está debatendo uma lei que pode ser muito importante para que toda a Europa se acostume e estabeleça o aborto legal".

Este ano, em particular, a Plataforma ‘Sim à Vida’ tem como um segundo lema ‘Pela vida, mulheres e maternidade’ uma mensagem igualmente unitária alegando :

 • Políticas ativas e eficazes para proteger a maternidade e a família;

 • Um apoio real à mulher grávida que lhe permita exercer o seu direito à maternidade; e,

 • Um compromisso público para a maternidade e a vida como bens sociais.

Maiores informações sobre este movimento pró-vida podem ser acessadas no site da entidade: www.sialavida25m.org.

______________________________
Por: ANAJURE l Press Officer – Angélica Brito

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui