IRÃ – três cristãos libertados condicionalmente

0

bandeira-IrãCristãos iranianos têm a alegria de informar que três dos cinco homens presos em agosto durante um piquenique foram libertados condicionalmente, e pedem nossa oração por eles e pela libertação dos que continuam detidos.
No dia 26 de agosto, Ramiel Bet Tamraz, Amin Nader Afshar, Hadi Askary, Mohamad Dehnay e Amir Sina Dashti foram com suas esposas e amigos para Firuzkuh, no norte de Teerã, para pescar e fazer um piquenique. Autoridades de segurança do Ministério da Inteligência e Segurança (MOIS) invadiram o piquenique e separaram os homens das mulheres. Amin Nader foi espancado ao pedir para ver o mandado de prisão.
Os funcionários do MOIS prenderam os cinco homens e os membros da família não foram informados sobre o paradeiro deles por um longo tempo. Depois verificou-se que eles estavam detidos na prisão de Evin, em Teerã.
Em 10 de outubro, Ramiel, Mohamad Amin e Nader foram liberados após a pagamento de fiança equivalente a U$ 33.000 (R$ 100.000,00 aproximadamente) cada um. Eles não foram informados quais acusações que os levaram para a prisão. No entanto, o questionamento durante o interrogatório parece estar relacionado com a atividade do pai de Ramiel, Pastor Victor Bet Tamraz, bem como a atividade cristã deles pessoalmente. Hadi e Amir Sina permanecem detidos e Hadi, em particular, tem enfrentado intensa pressão durante os interrogatórios.
O pastor sírio Victor Bet Tamraz foi preso no dia 26 de dezembro de 2014 em uma festa de Natal em sua casa. Amin Nader Afshar também foi preso no mesmo dia. Pastor Victor foi acusado verbalmente de “fazer  evangelismo”, “liderar atividades de igrejas ilegais” além de “impressão e distribuição da Bíblia”. Ele foi libertado sob fiança no dia 1 de Março de 2015. Amin tinha sido libertado sob fiança em fevereiro de 2015. Ambos estão esperando serem convocados para comparecer ao tribunal para enfrentar acusações relacionadas à suas atividades cristãs.
As famílias e os amigos destes homens solicitam nossas orações para que:

* Os que continuam detidos reconheçam a presença de Jesus, e tenham sua paz e a provisão, e também sejam libertados em breve
* Nenhuma acusação seja movida contra os cinco homens
* Os libertados possam se reunir com alegria com suas famílias e amigos, e possam se recuperar rapidamente do tempo passado na prisão
* As acusações contra o pastor Victor e contra Amin sejam descartadas
* Todos os funcionários envolvidos tenham misericórdia, ajam com justiça, aprendam sobre Jesus e escolham segui-lO
__________________________
Fonte: Middle East Concern

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui